IMD | Instituto Metrópole Digital

Notícias

03 jun 2020/ ASCOM

Empresa NUT é classificada em primeiro lugar em edital do BNB para projetos contra Coronavírus

A startup NUT, empresa pré-incubada da Inova Metrópole, foi classificada em primeiro lugar em um edital do Banco do Nordeste (BNB) voltado para fornecer apoio econômico para projetos de inovação destinados ao combate ao novo Coronavírus (Covid-19).

Vinculado ao Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci), o edital classificou 17 projetos oriundos de todos os estados da região Nordeste. O resultado definitivo depende, agora, apenas da análise de eventuais recursos que sejam apresentados ao BNB.

Plataforma

O projeto apresentado pela NUT diz respeito à Plataforma de Assistência Remota (PAR), ferramenta desenvolvida pela empresa que funciona para acompanhar os sinais vitais de pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), fornecendo dados, via aplicativo de celular e em tempo real, aos médicos.


O mentor em inovação da startup, Itamir Barroca Filho, explica que a plataforma é composta por um dispositivo que é acoplado aos aparelhos que monitoram todos os sinais vitais dos pacientes. Esses dados são enviados à plataforma, que reúne, configura e trata as informações.

“Desse modo, é possível ao médico receber alertas, predições e realizar o monitoramento remoto da pessoa que está sendo tratada. Isso envolve, por exemplo, dados como a saturação de oxigênio, temperatura, pressão e batimentos cardíacos. Isso faz com que o profissional de saúde possa estar constantemente “dentro” do leito do paciente.

Protocolos

A diretora de operações da NUT, Dalila Monteiro, detalha que “seguindo os protocolos médicos aplicados às UTIs, uma equipe assistencial deve registrar os dados do enfermo a cada duas horas. Esse registro é feito manualmente pelo técnico de enfermagem e os dados muitas vezes se perdem, por não terem sido tratados ou arquivados de maneira eficiente.”


Monteiro explica que, diante dessa realidade, a plataforma oferece segurança extra à equipe de saúde, já que todas essas informações podem ser acessadas de maneira online, em tempo real e em diferentes formatos, como gráficos, planilhas ou relatórios. Tudo isso com interface simples e de fácil compreensão.

Recursos

O edital do BNB oferece, ao todo, recursos da ordem de R$ 5 milhões, sendo que cada empresa contemplada pode receber uma subvenção que varia entre R$ 60 mil e R$ 500 mil, devendo executar o projeto no prazo máximo de seis meses.


“A subvenção será necessária para que possamos avançar mais rapidamente no módulo de inteligência da PAR, responsável, entre outras coisas, pelas informações preditivas. Além disso, o recurso da subvenção será muito importante em áreas estratégicas, como o marketing”, diz Dalila Monteiro.

A diretora de operações da NUT acredita que o fato da proposta ter sido classificada em primeiro lugar no edital do BNB está relacionado à confiabilidade do projeto. “Nós evidenciando tanto sua validação científica, pois foi resultado de uma tese de doutorado, como sua validação de mercado junto a uma estrutura hospitalar reconhecida e de alto valor social.”

Ao se referir à validação de mercado, Dalila Monteiro faz referência ao fato da Plataforma de Assistência Remota já estar em uso atualmente, na Liga Norte-rio-grandense Contra o Câncer. A solução pode ser utilizada tanto em UTI’s, enfermarias ou até na assistência de home care

Pandemia

“Uma das duras lições que essa pandemia está nos ensinando é que é preponderante que o trabalho de qualquer equipe médica possa ser auxiliado por ferramentas que lhe permitam maior agilidade, assertividade e segurança em suas rotinas de trabalho. A plataforma vem para somar nesse contexto difícil de enfrentamento ao Covid-19, mas também na assistência à saúde de modo geral”, afirma Dalila Monteiro.

Parte da equipe da NUT, que conta com colaboradores de diversas áreas de atuação

Parte da equipe da NUT, que conta com colaboradores de diversas áreas de atuação


Tanto ela como Itamir Barroca destacam que, para o sucesso da avaliação do projeto junto ao edital do BNB, o apoio da incubadora de empresas Inova Metrópole foi fundamental, assim como o trabalho da equipe que compõe a NUT. “Contamos com o auxílio da incubadora para o amadurecimento do negócio, e a contribuição que temos recebido nesse sentido tem sido essencial para os avanços que temos obtido, diz Monteiro.

A equipe da NUT é composta por oito colaboradores, distribuídos nas áreas de desenvolvimento, administração, design, vendas e jurídico. “Temos profissionais com habilidades e de áreas diversificadas. Além disso, conseguimos construir uma sintonia muito boa, trabalhando de maneira colaborativa, mas com autonomia entre os setores, e valorizando a contribuição de um”, destaca a diretora.

Outras Notícias

27 mai 2020 por
ASCOM

Empresas da Inova Metrópole classificam-se na etapa final do Edital Centelha

NUT, Game Mind, BlinDog e Void3D foram selecionadas e devem receber financiamento de até R$ 54 mil


PARQUE TECNOLÓGICO | INOVAÇÃO
18 jun 2020 por
ASCOM

Seleção oferece subvenção de até R$ 15 milhões para empresas com tecnologias de combate ao Covid-19

Processo seletivo operacionalizado pela Finep tem inscrições abertas até o dia 22 deste mês


EMPREENDEDORISMO | EDITAL