IMD | Instituto Metrópole Digital

Notícias

05 jun 2020/ ASCOM

UFRN cria pós-graduação a distância em Gestão Internacional em Tecnologia e Inovação

Com o intuito de ampliar a oferta de cursos e capacitação em tecnologia, professores de várias unidades da UFRN estão trabalhando para a implementação de uma pós-graduação a distância em Gestão Internacional em Tecnologia e Inovação.

Fruto de uma cooperação internacional, a partir do Technology and Innovation Management Master (EULA-GTEC), e por meio de um projeto de pesquisa financiado pela União Europeia, o “H2020 Erasmus+”, o curso funcionará como um MBA ofertado em rede por docentes de universidades de países da Europa e América Latina.

Prevista para começar no dia 17 de agosto deste ano, a pós-graduação terá suas inscrições abertas na data provável de 1º de julho. Todo o cadastramento será feito de modo online e é estimada a oferta de 30 vagas, sendo 27 para o público externo e três para servidores da UFRN.

Docentes

O MBA vem sendo organizado, na UFRN, por docentes do Instituto Metrópole Digital (IMD), do Departamento de Informática e Matemática Aplicada (DIMAp), do Departamento de Ciências Administrativas (DEPAD) e do Departamento de Práticas Educacionais e Currículo (DPEC).

O curso incluirá instituições como a Universidad Autónoma de Barcelona, Università Di Bologna, Aix-Marseille Université e Instituto Universitário de Lisboa. Além destes, também tomarão parte, no âmbito da América Latina, a própria UFRN, USP, Universidad Nacional de Mar del Plata, Universidad Nacional de Luján, Pontificia Universidad Católica de Perú e Universidad Peruana Cayetano Heredia.

Assim, o aluno do MBA EULA-GTEC terá a oportunidade de cursar aulas ministradas por renomados professores das diferentes instituições que compõem o consórcio EULA-GTEC, bem como compartilhar o curso com alunos de diferentes países, sem a necessidade de sair de Natal. Docentes da UFRN ficarão responsáveis por ministrar duas das disciplinas, além de realizar, juntamente com professores do IFRN, a tutoria local dos estudantes.

Seleção

O processo de seleção acontecerá por meio de análise do diploma de graduação, além do comprovante de vínculo profissional correlato ao curso e carta de intenção do candidato. O valor da inscrição será de R$ 50. Para cursar o MBA, será necessário um investimento de 18 parcelas de R$ 450. O edital com todas as regras será lançado ainda neste mês de junho.

Coordenado pelos professores da UFRN Augusto Venâncio Neto (DIMAp) e Dennys Leite Maia (IMD), o MBA pretende atuar na formação avançada de gestores em Tecnologia e Inovação para cobrir lacuna existente nas empresas e demais instituições que pressupõem fatores sistêmicos com causas circulares.

Para formação do Gestor em Tecnologia e Inovação, o MBA foca na expertise adquirida de como identificar o gerenciamento de tecnologia no nível da empresa, particularmente as pequenas e médias, e também nos desafios relacionados aos novos relacionamentos inovadores, assim como a identificação de oportunidades de produtos emergentes não apenas de setores tradicionais, mas também de campos como Nanotecnologia, Biotecnologia e Tecnologia da Informação e Comunicações.

Matriz curricular

O MBA contempla uma matriz curricular inovadora para o seu contexto, por meio da oferta de 22 disciplinas ao todo, sendo 15 obrigatórias e 7 optativas, divididas em 4 ciclos. Serão ofertadas formações sobre tecnologias emergentes no contexto de Indústria 4.0, marketing de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), gestão da inovação, entre outras áreas.

A partir dessa matriz, o Gestor em Tecnologia e Inovação terá capacidade de lidar com gargalos no processo de desenvolvimento e abordá-los como competências e comportamentos, ao nível dos países envolvidos, em segmentos como: competências nulas ou imperfeitas no campo da inovação e desenho de projetos; gerenciamento de direitos de propriedade intelectual, avaliação de riscos tecnológicos e comerciais; gerenciamento de inovação; acordos de transferência de tecnologia; marketing de tecnologias, dentre outros.

Para abordar toda a temática, o curso contará com disciplinas como “Introdução aos Sistemas Tecnológicos Inovadores”, “Gerenciamento de Projetos, Riscos e Incertezas”, “Economia Circular e Inovação Sustentável”, “Gestão Empreendedora e Criatividade”, entre outras.

Diplomação

A diplomação é outro aspecto inovador, já que, apesar do aluno ser certificado pela UFRN como MBA em Gestão Internacional em Tecnologia e Inovação, sua abrangência abrirá possibilidade de revalidação em qualquer instituição do consórcio EULA-GTEC, com titulação local (de acordo com suas políticas locais e titulação ofertada).

O EULA-GTEC é um projeto de pesquisa coordenado pela Universidade Nacional de Luján (UnLu), na Argentina, financiado pelo framework H2020 da União Europeia e com realização no âmbito do programa da União Europeia de incentivo à educação (Erasmus+).

O consórcio é composto por instituições de Portugal, Espanha, Peru, França, Itália, Argentina e Brasil. O EULA-GETEC prevê a instalação, em todo o mundo, de pós-graduações voltadas à gestão em novas tecnologias, com realização simultânea em rede, e diplomação internacional. Mais informações estão disponíveis no site oficial.

Outras Notícias

04 jun 2020 por
ASCOM

UFRN regulamenta oferta de atividades acadêmicas remotas

O projeto piloto ocorrerá de maneira facultativa e abrangerá todas os níveis de formação acadêmica


PÓS-GRADUAÇÃO | CURSO TÉCNICO | BTI
10 jun 2020 por
ASCOM

IMD abre inscrições para mais 2.200 vagas para cursos online gratuitos do Programa Novas Caminhos

Oferta abrange áreas de programação e jogos digitais; inscrições seguem até 21/06


FORMAÇÃO