IMD | Instituto Metrópole Digital

Notícias

01 nov 2019/ ASCOM

Alunos do BTI participam de projeto da Red Bull e desenvolvem protótipo para deficientes visuais

Seguindo a proposta sugerida pela inciativa “Red Bull Basement University” - campeonato mundial de tecnologia - os alunos do Bacharelado de Tecnologia da Informação (BTI), Luis Eduardo e Jonas Rocha, desenvolveram um protótipo funcional para pessoas com baixa visão. A proposta encontra-se em fase de votação, que seguirá até o dia 3 de novembro e pode ser efetivada por meio do link.

Os projetos que receberem mais votos passarão para fase de “Banca de Jurados”, em que os juízes selecionarão um projeto vencedor por país para próxima etapa. O campeonato abrange todos os continentes do mundo e promove o desenvolvimento de projetos inovadores para melhorar a vida das pessoas no campus universitário.

Protótipo funcional

O aluno Luís Eduardo explica que a ideia do protótipo é substituir um dispositivo chamado lupa digital – utilizado por pessoas de baixa visão para leitura em plataformas on-line e off-line – que, para muitos universitários, são vendidos por um valor alto no mercado.

“Nosso protótipo (uma case e uma lente) usa o hardware de um celular junto com um aplicativo de lupa, com o objetivo de simular a mesma usabilidade da lupa digital com o preço reduzido da case”, afirmou.

A ideia inovadora foi idealizada em 2017, até o estudante Jonas Rocha conhecer sobre a iniciativa da Red Bull. O aluno conta que está ansioso para o resultado final e acredita que o projeto pode fazer diferença na rotina de universitários ou pessoas que vivem pelo campus.

“Acreditamos muito no potencial do projeto e o impacto que ele pode causar na vida de algumas pessoas com baixa visão”, explica Jonas Rocha.

Red Bull Basement

A iniciativa global, voltada para estudantes de todo o mundo, ocorre com etapas ao longo de alguns meses. As inscrições, que ocorreram no mês de setembro, pediam para as equipes (de um ou dois alunos) enviarem um vídeo curto expondo ideias inovadoras. Após isso, iniciou-se o período de votação, para que os times passem para fase de “Banca dos Jurados”.

As equipes de cada país selecionadas pelas votações passarão para a etapa de “Desenvolvimento”, com mentores auxiliando na preparação do protótipo para apresentação final, que será em Toronto (Canadá), no mês de dezembro. Dessa forma, será conhecido o vencedor global, que receberá a oportunidade de ampliar o projeto.

 

Outras Notícias

30 out 2019 por
ASCOM

Empresas incubadas na Inova Metrópole participam de torneio de games em Natal

Copa de jogos digitais GGCup aconteceu entre os dias 26 e 27 deste mês no Natal Shopping


EVENTO | INOVA | GAMES
08 nov 2019 por
ASCOM

Profissionais de saúde da UFRN discutem plataforma SigSaúde durante workshop

Evento, que aconteceu na manhã de hoje (08) no IMD, reuniu 40 colaboradores da UFRN


DTI | EVENTO | UFRN