IMD | Instituto Metrópole Digital

Notícias

03 jul 2020/ ASCOM

Alunos do Talento Metrópole participam de evento internacional de robótica

Alcançando reconhecimento mundial pelo trabalho em equipe e pela construção de conhecimento tecnológico, alunos do Talento Metrópole – programa do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) especializado em jovens com altas habilidades/superdotação – foram convidados a participar do RoboCup Junior (RCJ 2020), evento que, este ano, acontece online e reúne trabalhos de destaque mundial em robótica.

 

O evento online está acontecendo durante esta semana e conta com a participação dos alunos Gentil Fernandes, 18, e José Matheus Bento, 17, os quais, no ano passado, foram classificados na etapa final da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR 2019), o que resultou no convite para o evento global. Ambos os alunos são residentes de Doutor Severiano, interior do RN.

 

A participação dos jovens acontece por meio de um vídeo no qual é apresentado, em inglês, todo o procedimento para a construção de um robô utilizado na competição da OBR 2019.

 

Segundo o professor e orientador da dupla, Elenilson Vieira Filho, a participação no evento é de grande relevância tanto para os alunos como para o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), onde os estudantes cursam o ensino médio e a formação técnica em Informática.

 

A conquista é um grande passo para todos nós, sobretudo para os rapazes, que representam o IFRN e também a sua cidade. O resultado é fruto de um árduo trabalho, pois toda semana nos reuníamos e discutíamos estratégias e conteúdos que nos fizessem alcançar os primeiros lugares na Olimpíada”, conta o docente.

 

Segundo Juliana Reis, psicóloga do Talento Metrópole, essa é a primeira vez que alunos do programa participam de um evento dessa magnitude.

 

Em 2018, os meninos haviam participado da OBR e conseguiram uma boa colocação, mas, dessa vez, eles alcançaram os primeiros lugares e o resultado foi essa participação a nível mundial”, destaca a psicóloga.

 

RoboCup Junior

 

Criado em 1998, o RCJ teve início com uma demonstração no RoboCup-98, em Paris, e apoia projetos robóticos a nível local, regional e internacional conduzidos por estudantes de até 19 anos.

 

Além disso, o evento objetiva a criação de ambientes propícios para a expansão do conhecimento e o despertar de curiosidades sobre a tecnologia, sobretudo nas áreas de Computação e Programação.

Outras Notícias

02 jul 2020 por
ASCOM

Pós-graduação em tecnologias educacionais desenvolve guia prático para ensino remoto no Instagram

A iniciativa propõe atividades digitais para professores de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental


TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS | INOVAÇÃO
13 jul 2020 por
ASCOM

Startup potiguar oferece plataforma de estudos para o ENEM e já conta com 98 mil usuários

Com escolas fechadas, busca por tecnologias educacionais cresce no RN


INOVA | TECNOLOGIA